Você está aqui:

6ª edição do EDEP discute a gestão eficaz de empresas de pesquisa

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

23/03/2015

Presidente da ABEP abre o evento e mostra as principais mudanças na associação para acompanhar as novas dinâmicas do mercado e reforça o engajamento das empresas associadas

Duílio Novaes, presidente da ABEP, abriu o encontro na manhã de 23 de março e apresentou um panorama geral de todas as atividades e iniciativas em andamento na atual gestão sob a olhar institucional, comunicação, jurídico e tributário.

Dentre os principais aspectos destacados estão o lançamento do Critério Brasil em 2015, o conselho de auto-regulamentacao bem como guia de boas práticas para divulgação de pesquisas.

Com o objetivo de acompanhar as recentes mudanças no mercado de pesquisa e a inserção de outros players como online, Duilio destaca a criação do conselho de pesquisa e métricas de mídia com a participação de outras associações e instituto como ABA, IVC, Grupo de Mídia SP e RJ, dentre outros. Aspectos relacionados ao marco civil da internet e a lei de proteção a dados pessoais é uma das preocupações da ABEP e que estão sendo devidamente estudadas e analisadas para esteja prepara para futuros movimentos de mercado.

O estatuto também sofreu alteração no último ano para atender as recentes transformações no mercado. Com esta atualização, empresas de tecnologia que estejam envolvidas com pesquisa online também conquistam espaço no conselho da associação.

No Comitê de Opinião Pública, a ABEP aumentou seu protagonismo em relação assuntos relacionados à pesquisa eleitoral e tem trabalhado no sentindo de defender o mercado também no congresso na CPI da pesquisas. “A ABEP está ativa em relação a resolução da lei eleitoral e prevê alguma atividades como o seminário com juízes para uma maior aproximação e detalhes do processo de campo da pesquisa eleitoral”, explica Duílio.

Por fim, o presidente destacou aspectos como maior relação com a academia, mercado, iniciativas em auditoria de pesquisa e assessoria jurídica. “A Associacao é do mercado. É de vocês, portanto participem, estejam envolvidos nos comitês e nas demais iniciativas. O engajamento é fundamental para o fortalecimento do nosso mercado”, finaliza Novaes.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

× três = 3

ColetivaWeb