Você está aqui:

7º EDEP: indústria de pesquisa reflete sobre o hoje e o amanhã do setor

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

09/05/2017

Em clima de muita descontração, Ricardo Checchia (Checon), chairman do 7º EDEP (Encontro de Dirigentes de Empresas de Pesquisa), abriu o evento reforçando que as apresentações, programadas para os dois dias de evento, devem favorecer a troca de ideias e a divulgação de soluções que tragam ao mercado um ambiente mais transparente e ainda mais profissional. “Vamos deixar a concorrência do lado de fora da sala, afinal vivemos as mesmas dificuldades e podemos encontrar juntos o caminho que torne a pesquisa uma atividade econômica ainda mais valorizada e reconhecida”, destacou Chechia.

Na sequência, Felipe Mendes (GfK), chairman do próximo congresso da ABEP, revelou seus planos para o evento que acontecerá em 2018. Em linhas gerais, a sua proposta é tornar a programação mais atraente para os clientes, com a discussão de quatro grandes temas, apresentados em apenas um auditório. Os pilares centrais sugeridos são o atual cenário econômico-político do Brasil; diferenciais de inovação, tendências e tecnologia; avanços em mídia, comunicação e conteúdo, além da atualização da jornada de compra do consumidor. “A nossa intenção no próximo congresso da ABEP é não discutir apenas as questões do mercado como também despertar a atenção dos clientes; razão do nosso negócio”, pontuou Mendes.

Após o coffee break, a programação do EDEP trouxe o depoimento de dois clientes usuais da indústria de pesquisa: Cícero Baggio, da Petrobras, e Maísa Gennari, do Itaú. Ambos apresentaram contribuições importantes para o aperfeiçoamento na entrega dos institutos, como maior exploração de vídeos e imagens, tornar as mensagens mais simples e diretas, utilização de dados detectados nas mídias sociais, a otimização do timing, a racionalização dos investimentos, entre outras observações.

Ainda antes do almoço, Duilio Novaes, presidente da ABEP, apresentou um balanço das conquistas realizadas pela associação nos últimos dois anos, sempre contando com a colaboração essencial dos seus filiados. Entre seus destaques estão a criação dos comitês de Tecnologia e Pesquisa Digital e de Assuntos Regulatórios e Jurídicos; o uso de plano de comunicação mais ousado para fortalecer atividade de pesquisa, por meio da publicação de artigos em veículos especializados, além de uma exposição maior das atividades da ABEP e dos seus associados nas redes sociais e no aplicativo ABEP/PMKT21. “Estamos com as portas sempre abertas para que os nossos associados nos ajudem no aperfeiçoamento dos serviços e das atividades desenvolvidas pela entidade. Nós precisamos de vocês, assim como as empresas necessitam do suporte e do apoio da ABEP”, afirmou Duilio Novaes.

__

Você pode acompanhar nossas publicações e fazer o download da revista PMKT21 também pelo aplicativo da ABEP.

Baixe agora o PMKT 21:

– Apple Store

http://ow.ly/WARy30bmUm1

– Google Play

http://ow.ly/eud730bmUOM

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

seis − = 2

ColetivaWeb