Você está aqui:

73% dos brasileiros desejam jornada de trabalho mais flexível

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

15/02/2017

O levantamento Retratos da Sociedade Brasileira – Flexibilidade no Mercado de Trabalho, realizado pelo IBOPE Inteligência para a CNI (Confederação Nacional da Indústria), revela que 73% dos brasileiros desejam uma jornada de trabalho menos rígida. Eles gostariam de ter mais espaço para negociar com a empresa opções para sua rotina de trabalho, conforme sua necessidade, mesmo que isso signifique flexibilizar regras trabalhistas.

Os números mostram, ainda, que além do home office ou da possibilidade de uma jornada flexível, cresce o interesse do brasileiro por alternativas para o seu dia a dia que permita adequações na rotina de trabalho de acordo com suas necessidades pessoais em relação à pesquisa de 2015. Por exemplo, 64% dos entrevistados – ante 58% em 2015 – desejariam reduzir o intervalo de almoço para, em contrapartida, sair mais cedo do trabalho e, assim, evitar o horário de pico de trânsito.

A pesquisa aponta ainda que o trabalhador gostaria de poder dividir os 30 dias anuais de férias em mais de dois períodos e com períodos mais curtos: 60% dos entrevistados se mostram favoráveis à essa possibilidade em relação a 53% da pesquisa anterior.

Responda Aqui:

ColetivaWeb