Você está aqui:

Excesso de trabalho não é a principal causa de estresse, revela pesquisa

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

14/09/2016

Um levantamento da Deloitte Greenhouse Experience, divisão de pesquisa da consultoria, detectou que nem sempre o excesso de trabalho é o principal causador de estresse entre os profissionais. Outros fatores que podem levar à perturbação emocional, como constatação de erros, conversas difíceis e exercício de função que não se encaixa no perfil da pessoa.

O estudo global consultou mais de 23 mil profissionais de 1.300 organizações, em 120 países. A maioria dos respondentes (57%) disse sentir estressado de vez em quando e 25% afirmou sentir-se assim com frequência. A situação considerada mais estressante pelos participantes foi descobrir que cometeu erro (82%). Carga de trabalho excessiva foi apontada por 52% dos entrevistados — mesma quantidade de pessoas citou momentos de conflito, como ser repreendido ou por ter que comunicar uma mensagem difícil para outras pessoas.

Responda Aqui:

ColetivaWeb