Você está aqui:

Maior renda e mais influência nas redes sociais

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

23/03/2017

Levantamento da Quorum Brasil, com 600 entrevistados na cidade de São Paulo − homens e mulheres das classes ABCD, entre 18 e 55 anos −, detectou que quanto maior a renda da pessoa, maior é a sua presença nas redes sociais e maior também é o seu poder de influência sobre as marcas nessas mídias. Segundo Claudio Silveira, CEO da Quorum, as marcas que estão mais presentes nas classes sociais de maior renda são aquelas que estão sendo mais alvo de crítica.

A pesquisa aponta ainda que 65% dos entrevistados da classe AB, 74% da C e 70% da D deixariam de comprar uma marca por comentários negativos, nas redes sociais. “Não é que uma pessoa nunca mais vá comprar a marca, mas ela cria um certo receio em comprar”, analisa Silveira.

Responda Aqui:

ColetivaWeb