Você está aqui:

Neurose dos engarrafamentos

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

06/04/2017

Pesquisa da Kantar TNS, envolvendo 30 cidades, em 19 países, encomendada pelo Le BIPE/ Observatório Global de Mobilidade, aponta que 75% dos moradores em áreas urbanas recorrem aos aplicativos para orientar seus caminhos pelas ruas. O levantamento captou também que 27% dos 24 mil respondentes dirigem menos atualmente do que há seis meses. No Rio de Janeiro e em São Paulo, essa porcentagem chega a 36% e 37%, respectivamente. Segundo Isabelle Rio-Lopes, responsável global pela pesquisa de mobilidade da TNS, a crise econômica levou o brasileiro a diminuir o uso do carro, adiar a troca ou a aquisição de um veículo novo, além dos custos embutidos com a manutenção do automóvel.

Os congestionamentos são apontados como outro desestímulo ao uso dos carros particulares. Essa dificuldade foi apresentada por 88% dos moradores urbanos que precisam se deslocar diariamente na hora do rush. Mesmo não possuindo automóvel, 22% dos entrevistados não toleram os engarrafamentos. Em Nova York, esse percentual atinge 40%.

 

Responda Aqui:

ColetivaWeb