Você está aqui:

ABEP marca presença no Congresso da ESOMAR 2015

ABEP

09/10/2015

Duilio Novaes, ao centro, com os jovens talentos internacionais da pesquisa no Congresso da ESOMAR, em Dublin

Por Duilio Novaes*, direto de Dublin

A edição 2015 do Congresso da ESOMAR revelou-se, mais uma vez, uma ótima oportunidade para troca de ideias e análise de estudos produzidos pelo universo da pesquisa. O evento aconteceu no Centro Convenções em Dublin, Irlanda, e reuniu cerca de 1.000 congressistas, que se dividiram para acompanhar mais de 100 palestras. Veja alguns highlights:

 

Niels Schillewaert, membro da ESOMAR, sócio e diretor da InSites Consulting

Schillewaert coordenou a equipe que concebeu a Consumer Activation Studio, uma plataforma colaborativa, em que funcionários de diversos departamentos são estimulados a contribuir com insights e propostas que podem se tornar ações concretas de grandes marcas ou em conceitos inovadores de negócios. Essa nova ferramenta ajuda as empresas a compartilhar ideias de forma mais rápida e abrangente. A proposta foi considerada o melhor paper de 2015.

 

Arindam Mohanty, gerente de pesquisa da Third Eye Integrated Services (Índia)

Para identificar os sinais deixados pela interação das gerações na Índia, Arindam Mohanty entrou em um trem e viajou por cinco dias, entrevistando crianças, pais, avós e até bisavós a respeito de hábitos de consumo, atitudes sociais, políticas e econômicas. Seu trabalho permitiu compreender as crenças e os costumes arraigados na sociedade indiana e explorar características que revelam o perfil multifacetado do próprio país. Mohanty levou  o Prêmio Jovem Pesquisador do ESOMAR 2015.

 

Panti Bliss, ator e transformista

Sua palestra foi muito oportuna em tempo de discussões recentes sobre sexualidade. Panti contou que tem um namorado e que interagem, naturalmente, em qualquer ambiente, evitando atitudes que possam chocar as outras pessoas. Ressaltou que ele também é um consumidor, que compra roupas, frequenta restaurantes, etc. Só não gostaria de ser hostilizado e rotulado como uma aberração da sociedade.

 

Jordan Casey, fundador, CEO, programador e produtor da Casey Games

Assim como aconteceu no congresso da ESOMAR 2014, Jordan Casey, estudante irlandês de apenas 15 anos, roubou atenção por sua precocidade. Afinal, aos nove anos, já programava sites e blogs, antes de fundar, três anos depois, sua empresa de games. Um de seus novos projetos é o KidsCodeGame, um jogo online que usa enigmas para que as crianças aprendam a criar seus códigos e senhas.

(*) Duilio Novaes é presidente da ABEP

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

× cinco = 40

ColetivaWeb