Você está aqui:

Cresce o público que consome vídeos sob demanda

ABEP

24/11/2015

A pesquisa TV & Media 2015, da Ericsson Consumer Lab, mostra que os brasileiros que consomem vídeos sob demanda superaram em 2015, pela primeira vez, o público da programação linear. São 69% contra 66% dos entrevistados. Segundo Juliana Sawaia, diretora do Kantar Ibope Media, há uma nova cultura, principalmente entre os mais jovens, de flexibilidade no uso do tempo para dedicar aos vídeos, como reflexo da popularização de smartphones e da melhoria da infraestrutura de redes.

A faixa etária entre 16 e 34 anos passa 52% do tempo dedicado aos vídeos em smartphones, laptops e tablets. A TV linear (grade de programação fixa) continua popular pelo conteúdo ao vivo, como esporte e shows, e por seu valor social. Esse formato é mais comum aos mais velhos: 71% dos entrevistados entre 60 e 69 anos assistem TV linear todos os dias, ante 63% na faixa etária entre 16 a 19 anos. Sete em dez entrevistados assistem a conteúdo sob demanda (vídeos gratuitos, pagos, pay-per-view e streaming) todos os dias, um aumento de 16 pontos percentuais desde 2011.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

nove − 3 =

ColetivaWeb