Você está aqui:

Médicos frustrados com a profissão

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

18/10/2018

Estudo global da McCann Health identificou que os médicos estão frustrados com a profissão. Os dados revelam que 82% dos entrevistados entendem que a missão da profissão é prover cuidados. Os mesmos médicos acreditam, no entanto, que o sistema comercial em torno da profissão os privou da capacidade de cuidar, o que, consequentemente, gerou uma perda de poder.

Segundo João Consorte, presidente da McCann Health, o médico enxerga que antes ele tinha tempo para se conectar com o paciente. “No Brasil, o médico está perdendo poder econômico e isso faz com que ele tenha que atender um número maior de pacientes e, por isso, ele atende de um jeito que não gostaria”, afirma Consorte. A pesquisa ouviu 2.000 médicos, em 16 países (EUA, Reino Unido, França, Itália, Espanha, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Índia, Filipinas, China, Japão, Coréia do Sul e Brasil).

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

× dois = 10

ColetivaWeb