Você está aqui:

Nova edição da Pnad Contínua revela ligeiro aumento na oferta de emprego

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

02/02/2018

De acordo com dados da Pnad Contínua, divulgados pelo IBGE, o trabalho informal foi o grande responsável pelos empregos gerados no país em 2017. O mercado gerou 1,8 milhão de postos de trabalho no quarto trimestre de 2017, 2% a mais em relação ao levantamento anterior. Desse total, quase 600 mil vagas têm origem no setor privado sem carteira de trabalho assinada. Esse contingente reúne pessoas que trabalham para alguém ou para alguma empresa do setor privado, sem o devido registro na carteira de trabalho.

A esse grupo somam-se mais 1,07 milhão de pessoas que passaram a atuar por conta própria, sempre na comparação entre o quarto trimestre de 2016 e 2017. São profissionais inseridos no mercado como autônomos, de ambulantes a motoristas de aplicativos – a grande maioria esmagadora sem CNPJ. Ao mesmo tempo, o número de pessoas inseridas no mercado de trabalho com carteira de trabalho assinada encolheu, de 34 milhões para 33,3 milhões. Trata-se de uma redução de 2%, ou 685 mil pessoas a menos.

Saiba mais: https://goo.gl/c3BnJh

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

− um = 3

ColetivaWeb