Você está aqui:

Tentativa de antídoto contra as fake news

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

23/10/2018

Três pesquisadores brasileiros (UFMG, USP e Agência Lupa) indicaram mudanças que, segundo eles, são necessárias para diminuir o fluxo de notícias falsas do WhatsApp, em meio à corrida presidencial. Os especialistas analisaram o conteúdo publicado em 347 grupos do aplicativo de mensagens do Facebook. Os participantes desses grupos compartilharam mais de 100 mil imagens entre 16 de agosto e 7 de outubro.

A pesquisa selecionou as 50 publicações com maior disseminação. Desses posts, 56% agiram como “desinformadores” do público leitor. Apenas 8% dessas mensagens foram consideradas completamente verdadeiras. Segundo os pesquisadores, o aplicativo deveria tomar medidas imediatamente: restringir encaminhamentos e transmissões, o que faria com que a disseminação de informações falsas fosse menor; e limitar o tamanho de novos grupos.

Leia mais: https://goo.gl/TTEbwp

Galeria

4Bloglinkedinface
  • 4Blog
  • linkedin
  • face

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

5 − três =

ColetivaWeb