Você está aqui:

População espera mais atitude e sinceridade dos CEOs

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

16/08/2018

A 3ª edição da pesquisa Edelman Trust Barometer mostra que 56% dos respondentes dizem que não respeitam CEOs de empresas que permanecem em silêncio diante de assuntos importantes. O estudo ouviu 33 mil pessoas, em 28 países, sendo 1.150 brasileiros. No Brasil, 60% afirmaram que os CEOs devem assumir a liderança em movimentos de mudança e não esperar a imposição do governo.

A desconfiança atingiu ONGs, empresas, mídia e governo. No geral, as pessoas parecem mais dispostas a confiar em indivíduos. Para saber sobre uma empresa, 70% dos brasileiros disseram confiar mais na opinião de “alguém como eu” do que em especialistas técnicos (64%), acadêmicos (63%), analistas financeiros (55%), empreendedores (55%), CEOs (52%), jornalistas (47%), conselhos de administração (46%), ONGs (46%), empregados (44%) ou governos (28%).

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

três × 2 =

ColetivaWeb