Você está aqui:

Consumidores brasileiros fazem compras para relaxar aponta estudo Ipsos MediaCT

ABEP

16/12/2014

Com a proximidade do natal, a Ipsos MediaCT realizou um estudo que busca entender o comportamento dos brasileiros com relação às compras de final de ano. O levantamento ouviu mais de 34 mil pessoas, entre homens e mulheres.

Os novos valores que afetam a personalidade e a forma de agir dos consumidores brasileiros contemporâneos também foram pontos abordados na pesquisa. Dentre as principais análises do estudo, 50% dos entrevistados afirmaram que fazer compras serve para relaxar enquanto 28% vão às compras quando precisam de alguma coisa e preferem comprar a crédito a esperar para comprar à vista. Já 18% não se imaginam sem um cartão de crédito no seu dia a dia.

Sob uma ótica das atitudes do novo consumidor brasileiro, o mestre da Universidade de São Paulo, Celso Grisi, apontou que as principais características são: racionais e exigentes; preferem produtos com qualidade suficiente, mas com preço baixo; são mais sensíveis a preços. Se o preço aumenta, eles trocam para outro similar; têm consciência sobre o valor da moeda; estão menos vulneráveis ao poder da marca; menos fieis a produtos e marcas, ou seja, quem conceder descontos sai na frente.

O consumidor está mais racional, exigente, entende o valor dos produtos e busca o experimento de novos produtos e serviços. Quando tem seu sonho de compra atingido, logo se dilui e busca a conquista por outro desejo. Esse consumidor está ávido por novidades, estando exposto a vários meios de comunicação, mas sabendo distinguir o momento certo de consumi-las de forma integrada ou em alguns meios, de forma isolada”, afirma Diego Oliveira, Diretor de Contas da Ipsos MediaCT.

Eles são consumidores extremamente experientes, curiosos e conselheiros. 42% deles recebem frequentemente pedidos de conselhos para a realização de compras e 91% gostam de comprar por recomendação. 15% sempre são os primeiros dos seus amigos a experimentar novos produtos ou serviços e 10% influenciam o comportamento de compra dos outros 90%.

Quando são questionados como se relacionam com o trabalho, 39% consideram que, nas suas vidas, o trabalho vem sempre em primeiro lugar, 75% defendem que as mulheres devem trabalhar fora e 57% garantem que é mais importante à forma como usam seu tempo do que quanto dinheiro gastam.

Outros dados interessantes:

  • 61% gostam de visitar várias lojas antes de uma compra;
  • 43% gostam de sentir-se diferentes;
  • 49% gostam de ser reconhecidos como alguém bem-sucedido economicamente;
  • 41% preferem os produtos que ofereçam a última palavra em tecnologia;
  • 78% não se imaginam sem a internet.

Para mais informações acesse: ipsos.com.br

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

8 + quatro =

ColetivaWeb