PUBLICAÇÕESBIBLIOTECA

Brasil em números
Brasil em números
A publicação, em versão bilíngüe, apresenta, sob a forma de tabelas e gráficos, dados sobre o território nacional, características demográficas e socioeconômicas da população, preços, contas nacionais, aspectos das atividades agropecuárias, industriais, comerciais e de serviços, finanças, comércio exterior, ciência e tecnologia e estatísticas básicas do Governo, incluindo dados comparativos do Brasil com outros países. Brasil em Números reúne informações que permitem traçar uma síntese da realidade brasileira em múltiplos aspectos, tornando-se um valioso instrumento de consulta. Neste volume, ilustrado com fotos de obras de arte da Pinacoteca do Estado do Amazonas, destacam-se os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2008, da Pesquisa Industrial Mensal 2008-2009, do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor: INPC-IPCA 2008, Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil 2008, da Pesquisa Anual de Comércio 2007, das Contas Regionais do Brasil 2007 e do Sistema de Contas Nacionais 2006-2008. Cada tema é enriquecido com comentários de especialistas e pesquisadores.

Código de Ética
Código de Ética
Autor: Maria Cecilia Coutinho Arruda
Editora: Negócio

Código de Proteção e Defesa do Consumidor
Código de Proteção e Defesa do Consumidor
Autor: Coleção Saraiva de Legislação
Editora: Saraiva
Damned Lies and Statistics
Damned Lies and Statistics
Here, by popular demand, is the updated edition to Joel Best's classic guide to understanding how numbers can confuse us. In his new afterword, Best uses examples from recent policy debates to reflect on the challenges to improving statistical literacy. Since its publication ten years ago, Damned Lies and Statistics has emerged as the go-to handbook for spotting bad statistics and learning to think critically about these influential numbers.
Autor: Joel Best
Editora: Updated Edition

ESTATÍSTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO COM EXCEL
ESTATÍSTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO COM EXCEL
Este livro foi desenvolvido tendo por base o material distribuído aos alunos do curso Métodos Quantitativos para Estudos Empresariais, que é oferecido no primeiro ano das disciplinas quantitativas do curso de Administração e representa aproximadamente 160 horas de estudo. A intenção desta publicação é equipar os alunos com as habilidades quantitativas essenciais exigidas por cursos similares. Esse propósito está refletido na própria organização do texto, que possibilita inclusive sua utilização como material de auto-estudo. A obra destaca-se ainda por apresentar as seguintes características: desenvolver a autoconfiança no aluno ao lidar com dados numéricos; discutir as diferentes formas de coleta de dados primários e considerar alguns pontos na formulação de questionários; explicar o papel da modelagem como auxílio à tomada de decisão; apresentar a importância da tecnologia da informação como auxílio à análise numérica e à formulação de modelos de negócios.
Autor: Angela Mcgrane e Joanne Smailes
Editora: Atlas

Estatistica Experimental
Estatistica Experimental
Autor: Sonia Vieira
Editora: Atlas

Estatistica Vol 1 e Vol 2
Estatistica Vol 1 e Vol 2
Autor: Silva Silva Gonçalves Murolo
Editora: Atlas

Factor Analysis as a Statical Method
Factor Analysis as a Statical Method
Autor: D. N. Lawley, Albert Ernest Maxwell
Editora: Amazon

História das estatisticas brasileiras Vol. 1 Estatisticas desejadas
                (C.1822-C.1889)
História das estatisticas brasileiras Vol. 1 Estatisticas desejadas (C.1822-C.1889)
Este é o primeiro volume da História das estatísticas brasileiras, uma coleção em quatro volumes cobrindo 180 anos de história da atividade estatística entre nós, 1822 a 2002. Neste volume, intitulado Estatísticas desejadas, é abordado o período do Império do Brasil, 1822-c.1889, com incursões aos períodos anterior e posterior. Como seu nome sugere, enfoca o desejo dos estadistas pelas estatísticas. Emergia uma monarquia constitucional, na qual as ações legislativa, executiva e judiciária estavam a demandar configurações. Era preciso conhecer a população, em si, e em sociedade, num território; as estatísticas seriam vitais. Esforços isolados, localizados, tiveram lugar, como o Arquivo Estatístico da tradição gaúcha, e sua variante fluminense; fizeram-se as corografias provinciais, por certo geniais, mas sem o âmbito nacional. Tentou-se, nos moldes londrinos e parisienses, a formação de uma Sociedade Estatística do Brasil; e houve esforços de estudiosos, tentando organizar as atividades estatísticas, ficando um valioso espírito crítico. De grande, tentou-se realizar um censo, em 1852, mas uma revolta popular o paralisou. Nos estertores da guerra contra Solano Lopez, vem a Lei do Censo, em 1870, e no ano seguinte, é formada a primeira instituição estatística do Brasil, a Diretoria Geral de Estatística. Em 1872 é, finalmente, realizado o primeiro censo geral do País, com grande sucesso. Em apoio ao censo, um censo na Corte é feito (1870), um balanço da produção estatística brasileira é realizado (1870), e o Império comparece a um Congresso Internacional de Estatística, em São Petersburgo (1872). O País se mostrou em números e eles foram discutidos, e, ainda que pouco, como era comum à época, foram usados, por exemplo, na tentativa de formação da Província do Rio São Francisco (1873-74). A reduzida capacidade de utilização das estatísticas, pese a antiga e intensa demanda, acaba por levar à redução a instituição estatística. Em suma, pouco a pouco percebeu-se a importância de uma revelação numérica do Brasil. Em resposta à demanda estatística no parlamento, o executivo intentou a geração das estatísticas. Mas, partir à ação seria muito difícil, e o fora em todas as nações do mundo; e o rumo seria errático. Não obstante, vencido esse período, ficará fixado desejo às estatísticas, e sua importância não perderá espaço jamais. Essa história é contada neste volume, ilustrado ricamente, em quatro partes, com dezoito capítulos, alguns dos quais acrescidos de apêndices e estatísticas que complementam a argumentação. Ao final, há uma síntese do conteúdo apresentado, com duas linhas do tempo – uma ligando a temática estudada à História do Império do Brasil, outra evoluindo a atividade estatística (e afins). A publicação inclui, ainda, bibliografia e índices de assuntos e de nomes que facilitam o acesso e a recuperação das informações. O CD-ROM anexo contém, além do texto do volume, a íntegra de relatórios, e a legislação do período em foco. Nelson Senra é Pesquisador no IBGE e Professor no Programa de Mestrado da Escola Nacional de Ciências Estatísticas, do IBGE, onde leciona a disciplina Sociologia das Estatísticas (sobre este tema, tomando asestatísticas com objeto de estudo, o IBGE, em 2005, editou um livro seu, O saber e o poder das estatísticas). É Doutor em Ciência da Informação (ECO/UFRJ), Mestre em Economia (EPGE/FGV), e Economista (UCAM). O livro de Nelson Senra [...] é trabalho de fôlego raro de se ver. Uma síntese que reúne informação minuciosa e reflexão sistemática, relacionando a lenta e difícil construção da Estatística no Brasil com a história geral do Império, tudo devidamente referenciado ao contexto internacional. Pela consistência da pesquisa e abrangência da reflexão torna-se, desde já, livro obrigatório para os estudiosos do século XIX brasileiro, além de ser utilíssimo para os que desejem conhecer melhor a história deste país. [...] É o primeiro livro de uma coleção destinada a ser obra de referência na galeria dos estudos brasileiros.
Autor: Nelson Senra
Editora: IBGE

ISO 9001:2000 Sistema de Gestão da Qualidade para operações de
                produção e serviços
ISO 9001:2000 Sistema de Gestão da Qualidade para operações de produção e serviços
Autor: Mello Silva Turrioni Souza
Editora: Atlas

Manual de Gestão Empresarial
Manual de Gestão Empresarial
A formação prática ou acadêmica do gestor e do empreendedor necessita de conhecimentos e instrumentos acessíveis para a contínua aplicação em contextos dinâmicos e complexos. Este livro é uma coletânea de textos sobre a base deste conhecimento que foge aos modismos e atende às tendências do pensamento atual do trabalho e das responsabilidades gerenciais. O propósito dos autores é orientar os gerentes ou "trainees" que necessitam compreender e aplicar o processo e as funções administrativas em organizações de pequeno ou grande porte sob contextos de mudanças. Esta nova edição possui algumas alterações na organização de seus capítulos se comparada à edição anterior.
Autor: Sérgio Bulgacov
Editora: Atlas

Levante a Mão e Fale Alto
Levante a Mão e Fale Alto
Autor: Marcos Peixoto Mello Gonçalves
Editora: Quartier Latin

Webwriting - Pensando o Texto para Mídia Digital
Webwriting - Pensando o Texto para Mídia Digital
Autor: Bruno Rodrigues
Editora: Berkeley Brasil

Você na Telinha – Como usar a midia a seu favor
Você na Telinha – Como usar a midia a seu favor
Este livro tem uma missão que é treiná-lo para dar boas entrevistas no estúdio ou em reportagens na televisão. Ensina como tratar as grandes estrelas da tevê e como se postar em condições de igualdade. Reúne conjuntos de dicas que podem ser consultadas rápida e periodicamente. Dá condições para que você conheça os limites éticos do jornalismo tanto para se defender dos excessos e imprecisões das notícias, como para lembrar ao jornalista os limites que ele tem que respeitar.
Autor: Heródoto Barbeiro
Editora: Siciliano

Mídias Sociais na Organização
Mídias Sociais na Organização
Os autores compartilham conhecimentos de seus estudos de mais de quatrocentas organizações do mundo todo – incluindo Xilinx, Ford Motor Company e CEMEX – que têm usado as tecnologias sociais para conseguir sucessos que seriam inimagináveis há poucos anos. O livro enfatiza habilidades e planejamentos necessários para o mesmo na implantação de Mídias Sociais, enfocando disciplinas que devem ser utilizadas, tais como Visão, Estratégia, Propósito, Orientação e Adaptação. Este livro é um guia prático de liderança para obter-se o máximo da colaboração das pessoas envolvidas na implantação de Mídias Sociais na Organização. Todo líder deve entender as possibilidades das mídias sociais transformarem a maneira com que cultivam seus negócios.
Autor: Anthony J. Bradley
Editora: MBooks

Os Numero ( Não ) Mentem
Os Numero ( Não ) Mentem
Números são a forma de propaganda mais eficaz quando se trata de desarmar os céticos, confundir a imprensa e enganar o público. Com meia dúzia de números, nos convencemos de qualquer coisa, desde o resultado de uma eleição duvidosa até as teses que de outra forma nos pareceriam absurdas, como o fato de as pessoas louras estarem sumindo do planeta. Se há polêmica em torno de uma afirmação, basta mencionar um número. Nesse livro, Charles Seife ensina a entender como funciona esse perigoso mecanismo de persuasão.
Analisando informações veiculadas pela imprensa, divulgadas por fabricantes, censos populacionais, números ocultados pelos bancos ou produzidos nos tribunais, ele nos ensina a desenvolver o ceticismo necessário para saber de onde surgem os dados que chegam até nós. Um conhecimento essencial para escapar da manipulação.
Autor: Charles Seife
Editora: Zahar

1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6